top of page
  • Foto do escritorMarcelo Oliveira

Reserva De Emergência: Por Que Ter Uma?




Já aconteceu com você de estar cheio de contas para pagar e seu carro quebrar? Ou alguém ficar doente e os remédios serem muito mais caros?

Nós sabemos que isso acontece e estamos aqui para te ajudar.

Com isso, preparamos um texto especialmente para você entender o que é essa reserva de emergência, para que serve e como fazer uma.

Dessa forma, você poderá ficar tranquilo caso algum imprevisto venha a acontecer. Assim, aquilo que você sempre sonhou, como a compra do seu primeiro imóvel ou a sua viagem de lua de mel, terá a chance de se realizar sem maiores dificuldades.

Leia o artigo e entenda como. Vamos lá!

O que é e para que serve a reserva de emergência?

Uma reserva de emergência é uma quantidade de dinheiro poupada para prevenir imprevistos, como por exemplo: a perda de emprego, um problema de saúde, uma crise, uma pandemia, um acidente, entre outros.

Porém, não necessariamente o imprevisto será algo negativo, pode ser alguma oportunidade muito boa.

Vamos supor que você recebe a oportunidade de investir no seu imóvel próprio por um valor muito menor do que normalmente. Você terá que desembolsar uma quantia de dinheiro para poder dar a entrada e cuidar da papelada. Com a reserva, você poderá fazer isso de forma rápida e despreocupada.

Outro motivo pelo qual é importante fazer a reserva é para evitar endividamento e empréstimos.

Exemplo

Pensemos em um caso prático: você e sua família possuem uma renda conjunta de R$3.500,00 e você financia seu carro.

Nesse mês, você perdeu o emprego e sua renda mensal passa para R$1900,00. Como seu carro é financiado, você deve pagar a parcela para não perder o carro e não adquirir altos juros.

No entanto, você ainda tem as outras contas da família para pagar, o que você faz? Diminui gastos e procura um empréstimo. Porém, novos empréstimos podem atrapalhar seus gastos atuais e é melhor evitar. Se você tivesse uma reserva de emergência, não precisaria procurar outras soluções e manteria seu padrão de vida.

Por fim, vale ressaltar que a reserva de emergência é de extrema importância para os trabalhadores autônomos. Uma vez que sua renda é variável, a possibilidade de ter um período ocioso ou menos movimentado é grande, podendo desestabilizar qualquer planejamento financeiro. Com uma reserva, essa insegurança não representaria um problema tão grande.

Qual valor deve ter minha reserva?

O valor da reserva de emergência é muito variável. Ele depende da composição da família, se são 2 ou mais pessoas, depende do seu emprego (CLT ou autônomo), depende do seu padrão de consumo, entre muitas outras variáveis.

Por exemplo, uma pessoa que possui imóvel totalmente quitado tem certa vantagem em relação a quem paga aluguel todos os meses, pois em caso de imprevisto, a parcela do aluguel será a mesma e você não pode deixar de pagar, o que pode ser um problema.

Em geral, o ideal para os especialistas é que sua reserva de emergência seja o suficiente para manter seu padrão de vida durante 1 ano. Porém, a recomendação de início é que, para trabalhadores com carteira assinada, a reserva seja suficiente para 6 meses, já para os autônomos, que consiga mantê-los de 9 a 12 meses.

Sabendo que o assunto não é tão simples, vamos fazer um passo a passo para te ajudar a calcular o valor da sua reserva:

  • Faça a soma de todos os seus gastos fixos mensais (aluguel, condomínio, luz, água…)

  • Depois, faça uma estimativa de todos os seus gastos variáveis mensais (alimentação, farmácia, transporte e cartão de crédito)

  • Então, pegue seus gastos anuais como IPVA, IPTU e divida-os por 12 para saber a parcela mensal

  • Por fim, some todos os valores e multiplique por 6 ou 12 dependendo de suas características trabalhistas.



Faremos um exemplo: Julia mora com seu marido e 1 filho em idade escolar. Ou seja, ela ainda paga a escola do filho. Ela seguiu o passo a passo acima e chegou a um valor de gastos mensais de R$3.000,00. Além disso, Julia tem carteira assinada, mas seu marido é autônomo, em conjunto eles decidiram fazer uma reserva da família para 7 meses (um meio termo). Assim, Julia concluiu que sua reserva deverá ter um total de R$21.000,00.

Como formar minha reserva financeira?

Depois de tudo isso sua dúvida deve ser: por onde eu começo a poupar esse dinheiro? Não se preocupe, é simples!

Para começar, você deve guardar um pouco do seu salário mensal e colocar na reserva, aos poucos você vai aumentando o montante. Ainda, a sugestão dos especialistas é separar 10% do seu salário mensal para a reserva. Se você achou muito, pode começar com menos e ir aumentando aos poucos.

Pensando nisso, para se organizar, nada melhor que fazer um planejamento financeiro e você pode aprender como no nosso post como Ter Um Bom Planejamento Financeiro Para Realizar O Sonho Do Imóvel Próprio.

Além disso, após alcançar o valor da sua reserva, não pare de economizar. Pode diminuir a porcentagem mensal voltada para seu fundo de emergência, mas continue para manter ele alimentado.

E não se esqueça, se chegar a usar a reserva, foque em reconstruir ela novamente, pois novos imprevistos podem aparecer.

Onde investir minha reserva?

Você já entendeu como poupar esse dinheiro, agora o importante é saber onde guarda-lo.

Como a sua reserva de emergência é para imprevistos, você deve ter acesso a ela a qualquer momento. Portanto deve-se procurar investimentos com baixo risco e maior liquidez. Isto é, que você tenha maior facilidade e velocidade para resgatar o dinheiro.

Para os iniciantes, o mais aconselhado é deixar na poupança ou em fundos de renda fixa. A poupança é indicada por ser desvinculada da conta corrente, o que facilita o controle do dinheiro e a sua própria retirada, quando necessário. No entanto, nos últimos tempos a poupança está com rentabilidade negativa e está perdendo para a inflação. Assim, buscar um investimento semelhante, pode ser a melhor solução. Para saber mais sobre aonde investir leia o blog: Como Fazer um Fundo de Emergência.

Enfim, para te ajudar converse com seu gerente do banco, ele vai saber te explicar todas as opções disponíveis

Viu como a reserva de emergência é importante?

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page